Fios à prova de verão: Saiba como proteger os cabelos de danos causados pela piscina, mar e sol

Fios à prova de verão: Saiba como proteger os cabelos de danos causados pela piscina, mar e sol

posted in: Dicas | 0

Consultamos experts para saber a melhor forma de preparar as madeixas e evitar danos causados na estação mais quente do ano. Veja ainda nossa galeria de produtos

 

Às vésperas das férias de fim de ano, começamos a sonhar com o momento de vestir as rasteiras, estender a canga e dar um mergulho. Mas tudo que a gente ama – piscina, mar e sol – é também o que mais detona os cabelos. A seguir, os melhores tratamentos e produtos para protegê-los.

 

CACHOS BEM TRATADOS
Finos e frágeis, os fios crespos são muito sensíveis e predispostos à quebra. Para que não sejam danificados na próxima estação, a solução é mantê-los altamente hidratados e fortalecê-los com tratamentos nutritivos à base de óleos de macadâmia, argan e abacate.“São fundamentais para deixar os cachos macios, maleáveis e definidos”, diz o cabeleireiro Rodrigo Cintra, de São Paulo.

O QUE EVITAR: Banho com água muito quente, que dilata a escama do fio, fazendo com que fique mais embaraçado e sem brilho. “Também é importante usar o secador o menos possível um mês antes de ir à praia para prevenir o ressecamento.”
LISOS BLINDADOS
Os fios alisados são os menos tolerantes aos excessos do verão, pois, como recebem uma carga muito grande de química, ficam bem mais fragilizados. Já os naturalmente lisos sofrem principalmente com a ação “esfoliante” da combinação de areia, vento e sal, que os deixa embaraçados e opacos. “No caso dos alisados, o mais indicado é intercalar tratamentos reconstrutores e de nutrição, feitos a cada dez dias no salão. Isso vai equilibrar o pH do fio que foi alterado com a química e preservar o efeito do alisamento”, diz Cintra. Os naturais pedem apenas um bom leave-in com formulações leves que blindam o fio e facilitam na hora de desembaraçar.

O QUE EVITAR: Assim como nas colorações, quem alisa precisa fazer o procedimento com um mês de antecedência. “É preciso também passar longe de xampus que fazem muita espuma, que geralmente contêm sal e podem agredir ainda mais a fibra do cabelo.”
COR INTACTA
Não importa se o cabelo está com poucas mechas ou inteiro colorido. É preciso blindar bem os fios tingidos para evitar o ressecamento e a mudança de tonalidade, pois a coloração abre as cutículas, favorecendo a quebra e o desbotamento. “Por isso, os tratamentos com propriedades reconstrutoras, compostos de aminoácidos e queratina, além de xampus e condicionadores específicos para cabelos coloridos, são indispensáveis para protegê-los”, diz o cabeleireiro Romeu Felipe, de São Paulo. “Não dispense, ainda, um leave-in com FPS depois da lavagem.”

O QUE EVITAR: Colorações poucos dias antes das férias. “O ideal é fazer a tintura um mês antes, tempo suficiente para a recuperação da fibra capilar.” Depois disso, é só investir em hidratações semanais para prolongar a duração do tom.

 

Produtos indicados: Cabelos CacheadosEscova Defrizante GradativaWave FreeBalance 5D

Editado por Alpha Line Cosméticos
Fonte: Marie Claire

Deixe um Comentário