Caspa, eu? Tire 10 dúvidas sobre esse problema chato

Caspa, eu? Tire 10 dúvidas sobre esse problema chato

posted in: Dicas | 0

O incômodo não tem cura, mas controle, e tende a piorar no inverno!

A caspa é um incômodo e tanto. Costuma ficar visível tanto na cabeça quanto ao cair nas roupas escuras. Sofre com esse problema ou conhece alguém com ele? Pois saiba que realmente não é causado pela falta de higiene, apesar de poder ser agravado por ela. Como tratar? O que piora a situação? Tire essas e outras dúvidas com as explicações das dermatologistas Silvia de Mello, da Clínica Ivo Pitanguy, e Karla Assed.

 

1 – O que é caspa?
A caspa, também conhecida como dermatite seborreica, é uma inflamação na pele que provoca descamação e vermelhidão. “Tem caráter crônico, com períodos de melhora e piora dos sintomas. Tanto em adultos como em crianças, não é contagiosa e não é causada por falta de higiene. Também não é uma alergia e nem é perigosa”, disse a dermatologista Karla.

 

2 – O que causa a caspa?
Não há uma causa totalmente conhecida, mas sabe-se que a inflamação pode ser genética ou desencadeada por alergia, estresse, tempo frio, excesso de oleosidade e pela presença do fungo Pityrosporum ovale, como informou Karla. “Também aparece em pacientes com alterações neurológicas que ficam acamados, havendo aumento dos níveis sebáceos. Acredita-se que a carência de zinco e biotina poderia levar à dermatite seborreica”, completou a dermatologista Silvia.

 

3 – Caspa também pode surgir em outras regiões do corpo além da cabeça?
Sim. Pode aparecer em algumas áreas da face (sobrancelhas, pálpebras, cantos do nariz e atrás das orelhas) e colo. “Geralmente, ela ocorre onde a pele é mais oleosa”, comentou a dermatologista Karla. “A dermatite seborreica em recém-nascidos, conhecida como crosta-láctea, é uma condição inofensiva e temporária, em que aparecem crostas grossas e amarelas ou marrons sobre o couro cabeludo da criança. Escamas semelhantes também podem ser encontradas nas pálpebras, nas orelhas, ao redor do nariz e na virilha”, acrescentou a médica.

 

4 – A caspa não é causada pela falta de higiene, mas pode haver alguma ligação entre elas?
Sim, porque se diminuir o número de lavagens, o couro cabeludo fica mais oleoso, favorecendo o problema, como informou a dermatologista Karla.

 

5 – Como tratar a caspa? Tem cura?
Não tem cura, mas controle. O tratamento é feito com xampus à base de zinco, enxofre, antifúngicos, ácido salicílico, como informou a dermatologista Karla. “Deve-se também lavar o couro cabeludo com mais frequência, retirar completamente o xampu e evitar o uso de condicionador, gel, boné , banhos muito quentes”, completou. “Evite lugares com muito vento, frio e calor excessivo. O estresse também deve ser controlado, como fazer exercícios físicos frequentemente”, ensinou a dermatologista Silvia.

 

6 – A alimentação pode favorecer a caspa?
Pode. Por isso, devem-se evitar alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas.

 

7 – Passar a mão nos cabelos e/ou pentear com frequência pode aumentar as chances de caspa?
Sim, porque essas atitudes aumentam a oleosidade dos fios, o que favorece o surgimento da caspa, como informou Karla.

 

8 – Homens realmente têm mais chances de ter caspa que mulheres?
Sim, “porque tendem a ter o couro cabeludo mais oleoso”, esclareceu a dermatologista Karla.

 

9 – Excesso de xampu a seco pode causar caspa?
Sim, “porque pode tamponar os poros e aumentar a glândula, produzindo mais óleo para tentar hidratar mais o couro cabeludo”, explicou a dermatologista Karla. Portanto, use-o apenas quando realmente necessário, sempre priorizando as lavagens.

 

10 – No inverno, a caspa tende a piorar?
Sim. Os culpados são o menor número de lavagens, banhos em temperatura elevada, secador muito quente, uso de gorros. “Todos esses fatores aumentam a oleosidade do couro cabeludo”, explicou Karla.

 

Produtos indicados:
Detox System, Shampoo Antiresíduos e Shampoo Limpeza Profunda
Editado por Alpha Line Cosméticos
Fonte: Terra

Deixe um Comentário